Pesquisa global não está habilitada.
Ir para o conteúdo principal

Mensagens do blog por Adriano Paranaíba

Professores e Egressos publicam artigos em Evento Acadêmico

Professores e Egressos publicam artigos em Evento Acadêmico

Nos dias 09 e 10 de novembro ocorreu o V Fórum Mackenzie de Liberdade Econômica. O Fórum Mackenzie de Liberdade Econômica é um fórum anual de economia, com abordagem multidisciplinar. Sua primeira edição ocorreu em 2017 e desde então tem acontecido todos os anos.

Como vem ocorrendo desde a primeira edição, o corpo discente e docente do Instituto Mises Brasil marca presença participando com artigos selecionados para apresentação oral.

O Artigo "ECLAC:Brazil, Argentina and the Problems and Mistakes in the Latin American Structuralist Economic Theory" de autoria dos professores Adriano Paranaiba e Fernando D´Andrea, e do egresso Samuel Vaz-Curado (Winter School) buscou traçar as origens históricas do Estruturalismo Latino Americano apontando suas ideias e utilizar o pensamento da Escola Austríaca de Economia para apontar suas falhas. Foi apresentadona sessão "Liberalismo, governança e políticas públicas".

Na sessão "Regulação, ambiente de negócios e empreendedorismo" o professor Adriano paranaiba e o egresso Rafael Medeiros Hespanhol (Summer School) apresentaram o artigo  "Regulação e Monopólios: convergência Austríaca e uma nova proposição" que propoz  contribuir ao arcabouço da Escola Austríaca sobre a formação de Monopólios e apresentar uma alternativa ao entendimentode monopólio vigente.

Também apresentou Rafael Rota Dal Molin, diretor financeiro do IMB, o artigo "Análise de redes, estrutura produtiva e desindustrialização".

Desejamos sucesso aos professores, alunos e egressos nessa jornada acadêmica. Segue abaixo, o resumo dos trabalhos:


ECLAC: Brazil, Argentina and the Problems and Mistakes in the Latin American Structuralist Economic Theory

To a large part, Latin American economic thought is rooted in the view that the state should be the engine of economic development. The theoretical stand that offers support to this view is called the Latin American Structuralist School. The United Nations development commission known as the ECLAC was the bastion for the policy agenda branch of the structuralism. Despite its central role in Latin America economic policies, the structuralist ideas have not been through a proper scrutiny showing its origins, and flaws. We trace the historical origins of this thinking and use the theoretical standpoint of the Austrian School of Economics to talk about structuralism, its ideas, and its mistakes. 

Regulação e Monopólios: convergência Austríaca e uma nova proposição

O objetivo deste artigo é apontar a possibilidade de desdobramento do pensamento Austríaco sobre o monopólio para um cenário ex-ante, vislumbrando outras formas de intervenção estatal que possam criar monopólios, além da concessão estatal. Para tanto, buscou-se identificar os custos regulatórios e sua interferência indireta na quantidade de empresas na indústria, criando um cenário favorável ao surgimento de monopólios. A proposição de Rothbard (1964) sobre a condição da existência de monopólios está correta, mas pode ser complementada com uma análise de uma criação indireta e não intencional de monopólios por parte do Estado. 

  • Compartilhar

Comentários

Comentários